RSS

Arquivo da tag: tips

Dicas rápidas para a produção de capas

Ultimamente tenho trabalhado muito com capas para as editoras Simplíssimo e Novo Século.

E como tive que produzir muitas capas, acompanhei um rápido workshop no site Lynda.com sobre a produção dessa parte tão importante do livro. O curso em si não adicionou muito em matéria de técnica, mas ensinou um workflow que me pareceu ideal. Vamos falar dele aqui, e eu complemento com algumas dicas para a produção de capas de eBooks.

1. Faça um mapa mental

Uma tática que poucos utilizam. Você pode fazer manualmente ou contar com algum software ou site que produza mapas mentais (os chamados mind maps). É sempre útil e ajuda a colocar suas ideias no lugar logo de início. Pegue o briefing e vá escrevendo tudo o que vier à mente, ligando os balões quando algo puder ser unido em “times”. Se você tiver que fazer uma capa sobre uma fábrica de carros, por exemplo, pode colocar palavras como “trabalhador”, “chão de fábrica”, “Henry Ford”, “carro”, “pneus”, “lataria”, “cromado”, e por aí vai… isso vai ajudar a te dar direcionamento.

2. Pesquise

Todo bom designer que se preze faz pesquisa visual ou conceitual antes de começar algum trabalho. O livro é sobre vida marinha? Então procure referências, junte imagens, fotos, ilustrações, capas de outras publicações no mesmo estilo, etc. Procure desse jeito:

  • Em livrarias ou sebos. Tire fotos ou anote o nome dos livros cujas capas podem ser úteis para pesquisa visual;
  • É uma reedição? Uma publicação gringa? Pesquise outras capas do mesmo título (veja que interessante aqui);
  • Busque em sites de imagens (iStock Photos, SXC.hu, Flickr) imagens que inspirem, que tenham o mesmo assunto;
  • Dê uma olhada em sites que discorrem sobre capas (aqui, aqui, aqui e aqui);
  • Pesquise em catálogos de editoras ou em livros específicos sobre o assunto (como esse, esse e esse).

3. Rascunhe

Largue o mouse ou a tablet nesse momento. Pegue aqueles objetos estranhos com os quais você não convive chamados papel e lápis e comece a desenhar um pouco. Rascunhe tudo o que vier à cabeça. Às vezes você descobre um layout que não descobriria fazendo tudo direto no computador ou percebe que um layout que levaria 3 horas para ficar pronto não “ornaria” corretamente só de desenhar no papel. Fique perto do resultado da sua pesquisa e se inspire!

4. Monte o arquivo no seu software preferido

Tanto faz se é no Photoshop, no InDesign, no Illustrator, no Paint ou no Quark (eca). Agora é a hora de você colocar tudo o que imaginou e rascunhou no computador. Teste as imagens que você pegou, coloque alguns inícios de ilustras, teste fontes, tamanhos e diagramações.

5. Quatro jeitos de fazer uma capa

Pode variar, mas basicamente encontramos nas livrarias, lojas e sebos esses tipos de capas a seguir:

  • Big Book Look – Grandes letras e pequenas imagens ou ícones;
  • Tipográfico – Onde as letras são prioridade e dão a cara da capa;
  • Abstrato – O céu é o limite. Imagens desfocadas, várias camadas no Phtoshop…;
  • Ilustração – Fotos, ilustrações e qualquer outra imagem que sejam o astro da capa.

Muda alguma coisa quando o assunto são os eBooks?

Ah, sim, muda. Quando falamos em eBooks temos que lembrar alguns itens importantes:

  • Não há lombada, contracapa e nem orelha;
  • Você não pode contar com acabamentos (verniz, hot stamping) para dar aquele “up” na coisa;
  • O eBook será visto em uma pequenina prateleira virtual em muitos sites e aplicativos.
  • No mundo digital a questão de “compatibilidade” é muito importante. Sua capa poderá ser visualizada em vários dispositivos, sejam eles iPads, eReaders, computadores e até celulares. Sua capa é boa para todos esses meios?

Por isso, pensar em capas para eBooks pode até seguir os mesmos passos que eu citei acima, mas é sempre bom levar em consideração essas dicas:

  • Use uma fonte em tamanho grande e de leitura agradável, já que a capa será minúscula no site ou aplicativos;
  • Lembre-se que algumas plataformas possuem tela em preto-e-branco;
  • Priorize o título e o autor (quando possível);
  • Cuidado com o fundo, a imagem ou a ilustração. Se ficar muito poluído, ninguém enxerga nada.

Veja alguns exemplos de capas para eBooks:

Aproveite essas dicas e trabalhe para termos produtos cada vez mais bonitos nas prateleiras, sejam elas físicas ou virtuais!

Anúncios
 
16 Comentários

Publicado por em abril 5, 2011 em capas, design do livro, editoração

 

Tags: , , , , , , , , ,

Bons livros para quem quer se profundar

Seria irônico se o Design de Livros não possuísse alguma literatura relacionada. Quando comecei a me interessar pelo assunto, fiz buscas extensas atrás de livros, nacionais e internacionais, que possam dar uma luz a quem está se sentindo em terreno desconhecido na área que abordamos nesse blog.

Procurei em livrarias, físicas e virtuais, o maior número de títulos possíveis que falassem especificamente do Design de Livros. Livros estrangeiros são lindos, mas para muitos pode ser uma saída financeiramente inviável. Porém, nossa pátria não está abandonada nessa assunto. Não são muitos, mas a qualidade do que está disponível em Português e a preços não tão abusivos é muito boa, e serve como um ótimo start para entender o que acontece no maravilho mundo da criação de um livro.

Coloco aqui a pequena lista que eu consegui depois de uma certa busca. Tenho quase todos os livros e posso dizer que são mais do que recomendados. Conforme for aparecendo o tempo, eu irei publicando resenhas a respeito deles, e também colocarei livros que não falam especificamente do Design de Livros, mas que são ferramentas importantes para seu desenvolvimento.

*

design_do_livro

O Design do Livro – Esse livro, que eu estou lendo atualmente, é uma das melhores referências para o Design do Livro. Plenamente atualizado, é o primeiro livro lançado da Coleção Artes do Livro, que já tem programadas mais de 20 outros volumes. Nele, Hendel fala de tudo o que pode estar relacionado ao Design do livro, de forma não muito técnica, mas ao mesmo tempo não muito subjetiva. Fala a respeito do que um Design de Livro realmente faz e todo o processo para que um livro seja produzido, tudo sempre relembrando que o que ele está dizendo não é necesariamente o que vale, e que até mesmo as regras mais básicas podem ser quebradas, se o designer souber como. Para ajudá-lo em suas explanações, mais da metade do livro é composta por exemplos de livros, não só de Hendel, mas de outros oito designers consagrados. Cada um fala sobre seus processos de criações, relacionamento com editoras e autores, soluções para problemas que surgiram no caminho e o resultado final de seus trabalhos. O desafio do designerde livros, diz o autor, não é apenas criar algo diferente e bonito, mas descobrir a melhor forma de servir às palavras do autor. Imperdível. Em breve, publicarei uma resenha a respeito dele. Confira um link com uma prévia no Google Livros.

Autor: Richard Hendel

Páginas: 224

Editora: Ateliê Editorial

Preço mais em conta: R$ 61,20 (na Cia. dos Livros)

*

livro-e-o-designer-i

O Livro e o Designer I – Embalagem, navegação, estrutura e especificação – Essa dupla de livros é perfeita para quem quer se iniciar e se aprofundar no design de livros. Nesse promeiro volume, o autor fala de tudo o que está relacionado com o livro em si, e não exatamente de sua diagramação. Assuntos interessantes que não costumam ser abordados por outros livros da mesma área, como embalagem, encadernação, capa, impressão e muito mais. Além disso, conta com uma seção cheia de referências de bonitos projetos executados por designers famosos, e entrevistas com alguns deles. São mais de cem títulos selecionados entre publicações de grandes editoras estrangeiras independentes e até mesmo de livros artísticos por suas qualidades excepcionais de design, e também projetos de livros diferentes, produzidos para mercados diferentes. Para completar, são mais de 700 imagens coloridas, impressas em couchê brilhante.

Autor: Roger Fawcett-Tang

Páginas: 192

Editora: Rosari

Preço mais em conta: R$ 46,40 (na Fnac)

*

livro-e-o-designer-ii1

O Livro e o Designer II – Nesse segundo volume, o tema é a produção do design do livro em si. Ele supõe que você já tenha informações sobre os assuntos periféricos (mas não menos importantes) apresentados no primeiro volume, e trata de forma mais intensiva a produção do livro, se aprofundando em temas como diagramação, texto, título, grades e todos os elementos básicos de um livro. Também trata de temas mais subjetivos, como interpretação de briefing e compreensão do processo de produção. Mais uma vez, impresso em ótimo papel e com ilustrações e fotos coloridas e explicativas. Ou seja, são dois volumes de utilidade extrema para o designer, não só de livros, mas para toda a área editorial.

Autor: Andrew Haslam

Páginas: 256

Editora: Rosari

Preço mais em conta: R$ 50,22 (na Cia. dos Livros)

*

arte-invisivel1

A Arte Invisível – Mais um volume da coleção Artes do Livro, é um pequeno livro que trata o design do livro do mesmo jeito que Richard Hendel n’O Design do Livro, ou seja, como uma arte invisível. Através de depoimentos e reflexões, esse não é um livro técnico, mas ajuda na inspiração emocional da criação de um livro. O leitor nem sempre pára para pensar a importância das escolhas gráficas e tipográficas, mas é essa preocupação constante que faz um livro ser considerado melhor, mais bonito, fácil de ler, entre outras qualidades. Para isso, Plínio reuniu pensamentos de vários autores consagrados como Richard Rhendel, Henry Petroki, David Carson, Beatrice Warde etc.

Autor: Plínio Martins Filho

Páginas: 142

Editora: Ateliê Editorial

Preço mais em conta: R$ 19,80 (na Fnac)

 

Tags: , , , , , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: