RSS

Pequena pausa para uma curiosidade – Lombada de livros

18 ago

Pegue um livro qualquer da sua estante e observe-o. Para qual lado está o texto? Virado à esquerda ou virado à direita?

Pois é, aposto que poucos de vocês já pensaram nisso alguma vez. Quando projetamos um livro, o título na lombada (quando esse existe) é uma das últimas coisas que fazemos na capa. E o que você costuma fazer? Direita ou esquerda?

E, sendo lá qual for a sua escolha, porque a fez? Fica visualmente mais bonito? Achou mais confortável aos olhos? Priorizou a prateleira ou a mesa? HEIN?

Exato. Quando você escolhe a direção para onde aponta o título, está priorizando a leitura do livro sobre uma mesa ou na prateleira. Na verdade, para mostrar como isso é mais complexo ainda, posso dizer que quando deixamos os pés da letra virados para a capa, seguimos o modelo europeu; quando do contrário, o modelo é o americano. Vejam as imagens abaixo:

americana

europeia

Crédito dos gráficos: Designers Justiceiros (http://designersjusticeiros.blogspot.com/2007/07/sobre-pan-logomarcas-e-lombadas-uma.html)

Aqui alguns exemplos aplicados:

em-pe

Você tem que entortar a cabeça para ler o “Graphis Design”, não é mesmo?

deitado

Já na mesa, ele fica bem mais simples…

Assim fica mais simples de entender, né? Veja como no modelo americano fica muito mais fácil de ler a lombada do livro com este sobre a mesa, e como fica estranho lê-lo em uma prateleira. Já no modelo europeu, percebemos que é bem mais simples ler o título na lombada quando ele está na prateleira. Pelo que eu pude notar em minha biblioteca, os brasileiros tendem a utilizar mais o modelo europeu.

Viu? Cultura rapidinha, resposta bem resolvida. Agora, fica outra pergunta: tudo isso significaria que europeus compram e colecionam mais livros, ou que americanos lêem mais? 😀

Anúncios
 
29 Comentários

Publicado por em agosto 18, 2009 em design do livro

 

Tags: , , , ,

29 Respostas para “Pequena pausa para uma curiosidade – Lombada de livros

  1. Alexo Mello

    agosto 18, 2009 at 13:36

    Poxa, perdeu aposta! rs É a coisa que eu mais penso, ou quando estou numa livraria ou quando vou organizar os meus na estante! E na hora de inserir alguma lombada, então? É uma tortura.

    Mas, ao meu ver, a leitura no sentido europeu (aprendi agora) deveria ter prioridade. Muito embora existam os casos de arquivos empilhados horizontalmente (americano) – desconsideremos os livros displicentemente jogados sobre a mesa – a forma vertical de arquivo é mais comum.

    Alguém tem alguma pesquisa que reforçe isso?

     
    • Ronilce Sebastiana Gonçalves de Sá

      março 14, 2016 at 16:32

      Boa tarde!
      Há anos você postou. Mas …
      Eu também penso como você, a lombada européia deveria ter prioridade, principalmente porque nos cursos de organização de bibliotecas, há orientação que se coloque os livros da esquerda para a direita, então nada mais óbvio que independente da lombada impressa (adotada pela editora), a européia deveria ser adotada. Resolvi fazer o curso de biblioteconomia só para defender essa posição.
      Att

      Ronilce de Sá

       
  2. Stella Dauer

    agosto 18, 2009 at 14:05

    Pois é, essa foi uma informação que eu encontrei nesse blog, mas em lugar nenhum! Pelo menos não na internet.

    Preciso pesquisar nos meus livros, pois pouca gente fala sobre a lombada.

    Eu também prefiro priorizar o modelo europeu, porque na maioria das vezes os livros deveriam estar em ordem, nas prateleiras. E ter que ficar torcendo pescoço pra ver o nome é uma droga.

    Obrigada por acompanhar o blog!

     
  3. Denise de Castro

    agosto 18, 2009 at 15:06

    Oi Stella,
    Você pode encontrar abordagens sobre lombadas e posicionamentos dos textos na mesma em alguns livros sobre design de livros. Um deles é do Andrew Haslam, O livro e o designer II, edição de 2007. Tente também O design do livro, do Richard Hendel, é um clássico. Este é um assunto bastante discutido e controverso.
    Abraços.

     
  4. Valdemar Vello

    agosto 18, 2009 at 15:09

    A ABNT “recomenda” o modelo europeu. Há documentação sobre isso.

     
  5. Alexo Mello

    agosto 18, 2009 at 15:10

    Por outro lado, eu também já notei que algumas livrarias se preocuparam em dispor seus livros da mesma forma na estante, independentemente de como foram projetados inicialmente. Ninguém quer ganhar um torcicolo de brinde na compra de um livro, né? 🙂

     
  6. Stella Dauer

    agosto 18, 2009 at 15:26

    Denise e Valdemar,

    Muito obrigada pelo retorno e pelas sugestões.

    @Denise: Eu tenho os dois livros que você me recomendou, mas ainda não cheguei no final do “O livro e o designer II”, infelizmente. O do Hendel eu li, mas não encontrei nada substancial.

    O que vale é juntar a sua dica com a do Valdemar, e criar uma opinião para o Brasil.

    Se está escrito na ABNT que o modelo europeu é o que vale, então está decidido.

    Obvimente, dependendo do projeto gráfico feito pelo designer, isso pode ser modificado. Mas, quando o importante for mesmo o conforto dos leitores que procuram livros em prateleiras, então é melhor não inventar muito.

    Além disso, dependendo do nome e da fonte utilizada, é possível até mesmo escrever o nome em pé, acabando com qualquer dúvida!

    Obrigada!

     
  7. Eliane Scardovelli

    agosto 18, 2009 at 15:48

    Adorei o post 😉

     
  8. Valdemar Vello

    agosto 18, 2009 at 15:51

    Confirmei. Houve reformulação da norma que comentei.
    Atualmente, vale a norma NBR 12225, que, lamentavelmente, nem faz referência ao modelo europeu (que prefiro).

     
  9. Myrian Elizabeth

    agosto 18, 2009 at 16:04

    Ui lindinha da minha vida!
    Eu gosto mesmo é do que está dentro do livro!
    Capa é bacana e tal mas se tiver todas as páginas e não for tomo 1…tá valendo!
    Mm

     
  10. Nany

    agosto 18, 2009 at 16:06

    Nossa, adorei o post 🙂
    Esclarecedor, sempre achei que a escolha das lombadas fosse livre..

     
  11. Stella Dauer

    agosto 18, 2009 at 16:13

    @Valdemar

    Infelizmente o ABNT é um pouco confuso, mesmo.

    Mas acho que vai do bom senso do designer, editor, editora, etc…

    Pesquisas de usuário, para saber onde eles deixam mais os seus livros, também é importante.

     
  12. cintia de sa

    agosto 18, 2009 at 19:04

    Sábia decisão de dispôr os livros sempre na mesma direção. Uma normatização seria bom para evitar que alguns livros fossem arquivados de ponta cabeça nas lojas.

    Não sei se há consenso sobre o assunto… percebo a leitura de cima para baixo como a mais automática e que não dificulta a leitura quando o impresso está deitado. Então, priorizo o modelo que você chama de americano. Um rápido olhar para a estante e vejo que a maioria das publicações que tenho aqui estão nesse sistema – nacionais, norte-americanas e européias – mas a ADG, em sua antiga revista, usa o modelo europeu. Não estou bem certa desta classificação de modelos.

     
  13. Alexo Mello

    agosto 18, 2009 at 19:16

    É verdade. Agora lembrei porquê é tão chato decidir isso, as poucas vezes que precisei identificar lombadas em projeto. Pensando melhor, o formato europeu, embora seja o mais adequado pra armazenagem vertical (tendo em vista que estamos aceitando a leitura verticalizada ascendente como a mais assertiva), o americano, embora psicologicamente “caído”, serve bem às duas funções… Eita dilema!

    E pra piorar, tem outras mídias, como CD e DVD pra complicar as opções! rs

     
  14. Irene

    agosto 20, 2009 at 22:06

    Muito legal o post!!!
    Irene

     
  15. Dri Viaro

    setembro 18, 2009 at 8:42

    oi, passei pra conhecer seu blog, e desejar bom dia
    bjss

    aguardo sua visita 🙂

     
  16. sophia

    novembro 8, 2009 at 0:15

    obrigada por comentar, sempre me perguntei isso qdo via livros expostos… aliás, a falta de padronização se torna um problema, porque a gente precisa ficar virando a cabeça pra lá e pra cá qdo está em uma livraria.

     
  17. marina

    março 26, 2010 at 9:54

    Amei o seu blog!
    mto lindo!

    e o mais sensato é o modelo europeu, não??

    =]

     
  18. Rai

    maio 12, 2010 at 9:26

    Curti o Post, PARABÉNS! Em meus jobs sempre utilizei o europeu (aprendi aqui …rs) mas ao ler seu post pensei bem e veja se tem fundamento meu raciocínio: O Europeu ocasiona uma leitura confortável (somente na vertical, na horizontal é quase impossível), já o Americano pode ser lido com conforto na horizontal e apesar de razoavelmente prejudicada a leitura na vertical também é possível, ou seja, acho que o
    Americano (apesar do praxe de se pensar mais em prateleiras do que em mesas) ganha na praticidade e legibilidade.

     
  19. Rene Correa

    agosto 24, 2010 at 9:17

    Vejam algo sobre o assunto em
    http://portaldasartesgraficas.com/forum/viewtopic.php?f=23&t=1434

    ================================

     
  20. juliana sales

    abril 4, 2013 at 20:35

    Obrigada pelo esclarecimeto.

     
  21. Sheylla Maranhão

    novembro 11, 2013 at 11:03

    Obrigada! Percebi essa diferença e isso me intrigava, mas nunca havia ido atrás da resposta.

     
  22. Claudia Craveiro

    novembro 12, 2013 at 6:36

    Ola, primeiro adorei o assunto do blogg. O meu pai é encadernador artesanal por hobby, eles tem todo tipo de material, isso por que adora colecionar revistas de cinema e comics. E foi com ele que fiquei sabendo que o nome da lateral era lomabada e nunca esqueci hehe Mas gostaria de saber se alguem pode me ajudar como imprimir uma lombada de uma pasta de arquivo. A lombada seria de 3 cm de largura e 30 cm de comprimento. Desde ja agradeco, muito obrigada 🙂

     
  23. Jessé R Lopes

    fevereiro 25, 2014 at 9:36

    Logicamente falando, acredito que isso depende muito do livro a ser empregado, se é um livro relativamente espesso, o mais recomendado seria utilizar o modelo europeu, levando em conta a possibilidade de manter-se de pé em uma estante, já se o volume não passa de pouco cadernos, acho que o ideal seria empregar o modelo americano.

     
  24. Marcus Vinicius

    março 2, 2014 at 23:07

    A maneira mais lógica de se pensar em lombadas: A Capa.

    Quando você coloca um livro deitado em cima da mesa, o que você coloca para cima? A Capa.
    Com a Capa para cima, é MUITO agradável que a Lombada esteja legível de cabeça para cima.
    Logo, para livros, a melhor opção é o Modelo Americano.

    Por outro lado, eu como fã e colecionador de mangás, não posso esquecer deles. E nos mangás a Capa é do outro lado (devido à leitura oriental), e para os mangás, a melhor opção é o Modelo Europeu.

     
  25. Romulo Brandão Pacheco

    julho 3, 2016 at 11:13

    Muito útil a informação mas confesso que fiquei um pouco decepcionado. O estilo europeu fica melhor na ausência de um apoio de livro. Se tiver um apoio para deixar todos os livros de pé, sem ficar caído, acho o estilo americano mais fácil. Assim o estilo americano ficaria mais fácil tanto de pé quanto deitado. Falo por experiência e gosto próprios. Na minha estante todos livros ficam de pé mas bem juntinhos, e tenho que entortar a cabeça para ler os do estilo europeu.

     
  26. Clodoaldson Aldo Clodô

    janeiro 26, 2017 at 21:04

    Não fica estranho na prateleira, o que pode atrapalhar um pouco é não estar completamente vertical mas já um pouco de cabeça para baixo. O texto no outro sentido também ficaria pior de ler assim, tombado para o lado que o deixasse meio de cabeça para baixo.

    Qual é o padrão brasileiro? Há um?

     
  27. Ronilce Sebastiana Gonçalves de Sá

    fevereiro 22, 2017 at 22:06

    Olá!
    Pesquisei a NBR 12225 da ABNT, onde diz: ” Esta norma tem por finalidade oferecer aos editores regras para a apresentação dos títulos ou outras identificações nas lombadas.” Sendo para os editores, não significa que os livros devam estar posicionados nas prateleira conforme o modelo de lombada americano. Acredito que pelas regras de organização do acervo, o gestor possa escolher qual modelo adotar e não os dois como se vê em todas as bibliotecas.
    Vou continuar pesquisando.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: